Rafael Henrique da Silva Correia Pythonista, Linuxista, Gamer, Programador e bebedor de Cerveja
Published

abril 10, 2016

←Home

Exercício: 04 - Agenda Pythônica - Grupo de Estudos Python

Vamos fazer uma agenda!

Passo a passo...

  • Passo 1: Primeiro receberemos os campos que o usuário vai querer na agenda. O usuário poderá digitar uma quantidade variável de campos. Exemplo de campos: data, nome, compromisso, observação, prioridade e etc.
    • Após receber estes campos você deverá criar as chaves respectivas de um dicionário usando estes nomes;
  • Passo 2: Salve o formato (as keys do seu dicionário) da sua agenda em um arquivo texto (se quiser inovar pode ser um banco de dados também);
  • Passo 3: Faça seu sistema ler o formato do dicionário e criar as keys quando ele rodar, caso ele não ache o arquivo com o formato ele deverá executar o passo 1 e 2 de novo;
  • Passo 4: Depois que seu sistema leu o formato, receba as informações de compromisso (respeitando as keys do dicionário) do usuário e salve essas informações em outro arquivo (ou pode ser no mesmo apesar de eu achar isso mais complexo);
  • Passo 5: Crie uma opção para que o usuário possa ler os compromissos cadastrados.

Para facilitar a resolução pense em dicionários, listas, tuplas e estruturas de repetição (for e while).

Importante

TODOS os passos devem ser feitos utilizando TDD, sempre pensando no teste primeiro e codificar depois! Esse exercício serve para ajudar a fixar a prática do TDD!

Pode ser usado doctest e/ou unittest ou outra ferramenta qualquer que vocês queiram estudar/aprender. Entre doctest e unittest prefiro que vocês desenvolvam com unittest, pois é uma ferramenta melhor/mais usada (vocês conseguem vagas de emprego com isso) para vocês aplicarem no "mundo real".

Se ainda não se sentem confortáveis com o unittest é melhor entender bem o funcionamento dele antes de estudar novas ferramentas para teste.

Se vocês quiserem "inovar" e aprender ferramentas novas para teste recomendo algumas:

Não estou tirando o crédito do unittest, pelo contrário, acho uma ótima ferramenta, porém caso queiram estudar MAIS ou caso estejam com tempo sobrando convêm dar uma olhada nessas outras ferramentas.

Dicas extras

Você poderá estudar o módulo json e o file object do Python 3 para te ajudar na resolução.

A saída do seu sistema deverá ser algo similar a esta abaixo:

$ ls
agenda.py

$ python agenda.py
Digite um campo novo [c=cancelar]: nome
Digite um campo novo [c=cancelar]: dia
Digite um campo novo [c=cancelar]: compromisso
Digite um campo novo [c=cancelar]: ano
Digite um campo novo [c=cancelar]: mes
Digite um campo novo [c=cancelar]: c

$ ls
agenda.py  structure.json

$ python agenda.py
O que deseja fazer?
1. Acrescentar compromissos
2. Ler compromissos
3. Sair
2
Nenhum compromisso cadastrado!
O que deseja fazer?
1. Acrescentar compromissos
2. Ler compromissos
3. Sair
1
Digite um novo valor para nome: Rafael
Digite um novo valor para mes: Abril
Digite um novo valor para ano: 2016
Digite um novo valor para compromisso: Ir dormir
Digite um novo valor para dia: 10
O que deseja fazer?
1. Acrescentar compromissos
2. Ler compromissos
3. Sair
2
nome: Rafael
mes: Abril
ano: 2016
compromisso: Ir dormir
dia: 10
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~
O que deseja fazer?
1. Acrescentar compromissos
2. Ler compromissos
3. Sair
3

$ ls
agenda.py  structure.json  tasks.json

** Preste atenção ao ls que executei, em um primeiro momento criei somente o arquivo de estrutura (structure.json) e depois criei o arquivo contendo as tarefas (tasks.json)

Semana que vem posto a resolução!

That's all folks!

Go Top
comments powered by Disqus